segunda-feira, 1 de abril de 2013

Woodstock Festival 1969





















A década de 1960, uma das mais conturbadas do século XX, chegava ao fim. 
Em 1969 o homem acabava de pisar na Lua. E aqui na Terra a geração paz e amor 
experimentava o amor livre, as drogas e o rock and roll embalava tudo.
O festival de Woodstock, sintetiza a época. Ele é a realização do sonho de quatro 
jovens: dois tinham dinheiro e dois tinham a idéia de um festival de rock numa 
área rural. A cidade escolhida foi a pequena Woodstock, no estado de Nova York, 
onde já moravam músicos como Bob Dylan. Mas a população não aceitou. 
O projeto foi então transferido para a pacata Bethel, a uma hora e meia de Woodstock.
A fazenda alugada foi invadida por quase meio milhão de jovens. Eles engarrafaram 
as estradas, acamparam, enfrentaram chuva, lama, falta de comida.
Hoje, nem de longe a fazenda de Bethel lembra aquele agosto de 69. Um monumento 
marca o local do show. E a pastagem verde é o lugar que foi coberto pela multidão. 
O museu de Bethelwoods conta a história detalhada do que foram aqueles três dias de 
paz e música. Mas apesar do festival não ter sido aqui, a fama de cidade hippie ficou 
mesmo com Woodstock. É aqui que ainda vivem os jovens daquela época, que vieram 
para o festival e nunca mais deixaram Woodstock. Eles hoje, se orgulham de inspirar as 
novas gerações. As figuras remanescentes da era hippie ainda circulam pregando o mesmo 
"paz e amor". Ricochet, de barba longa e grisalha, diz que se hoje as novas gerações se 
preocupam com a ecologia, com a paz, agradeça ao movimento hippie. 




















Em meu acervo de Woodstock encontra-se 03 LPs os primeiros registros sobre o festival.
03 CDs com Woodstock Folk Festival, 13 CDs com as performances completas que tinham
sido perdidas, 01 CD de Ravi Shankar com seu show na integra, um video lazer The Last
Performance, 01 DVD com o filme original lançado na epoca, uma caixa comemorativa de
40 anos de Woodstock e um box set com 03 DVDs e muita memorablia sobre o festival que
foi lançado em 2011. José Alberto

2 comentários:

Fernando Erick disse...

Olá Jam,

estou interessadíssimo em aumentar meu acervo woodstock! Nunca vi um tão completo como este!!
Você tem cópias ou locais conhecidos para compra?

Agradeço. Positividade!

Fernando.

fernando.positividade@gmail.com

José Alberto Moraes disse...

Como lhe disse no email muito desse material vc consegue em blogs aqui na net eu consegui trazer da europa a maioria deles.um abs